Conheça os mitos e verdades sobre alimentação infantil

21 Maio 2015
525 Views

Ter uma alimentação saudável é de extrema importância em qualquer idade, pois auxilia diretamente no desenvolvimento fisiológico, manutenção da saúde e bem estar do indivíduo. Durante a infância, o valor dessa alimentação adequada se torna muito maior, pois as crianças se encontram em fase de crescimento. Além disso, a alimentação saudável das crianças ocupa um lugar muito importante na rotina de seus pais e das creches. Pais e educadores normalmente apresentam muitas dúvidas em relação à alimentação dos pequenos.

VERDADE: As frutas e verduras são prioridade no cardápio infantil

Em todas as refeições oferecidas na creche narizinho, por exemplo, contém frutas de preferencia de cores diferentes e verduras. As frutas e as verduras são os alimentos que fornecem as fibras, vitaminas e minerais fundamentais nessa fase de crescimento das crianças. Como o paladar do ser humano é formado no início de sua infância é de extrema importância que os pequenos conheçam a maior variedade possível de frutas e verduras, nessa fase.

MITO: Crianças precisam ter três refeições por dia

Na creche são oferecidas 05 refeições: café da manhã, almoço, lanche, jantar e ceia. Além disso, o cardápio das crianças deve ser montado de forma variada seguindo a seguinte proporção: 25% com alimentos ricos em proteínas (carne, peixe, ovo e frango) complementada com as leguminosas como feijão, lentilha, ervilha, grão de bico e soja; 25% com alimentos ricos em carboidratos (arroz, massas, pães e cereais e os outros 50% com verduras, legumes (cru e cozido) e frutas.

VERDADE: Os alimentos crus e duros ajudam a desenvolver a musculatura infantil

Sim, os alimentos crus e duros auxiliam diretamente no desenvolvimento da musculatura. Esses alimentos ajudam para que a musculatura não fique flácida, prejudicando a fala, a deglutição e a mastigação das crianças.

VERDADE: Alimentos com corantes causam uma série de alergias alimentares

Os alimentos com corantes artificiais possuem um risco maior de serem alimentos alergênicos, portanto devem ser evitados até os 02 anos de idade. E mesmo depois os pais devem ficar atentos aos rótulos, por isso damos preferência aos alimentos naturais. No mercado já existe produtos disponíveis feitos com corantes naturais, um exemplo são as gelatinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *